Avanço para carteiros femininos gestantes

Notícia publicada dia 16/02/2014

Tamanho da fonte:

Um grande avanço já alcançado nas reuniões da MNNP foi a mudança no afastamento do serviço de rua das companheiras carteiras.
Antes, elas iam para o serviço interno aos 5 meses de gravidez e perdiam o adicional de 30%. Com o acordo, não perdem mais o adicional e não são prejudicadas no cálculo feito pelo INSS para o salário durante o período de afastamento da licença gestante.

SINTECT/SP – GESTÃO RESPONSABILIDADE E + CONQUISTAS

 

Compartilhe agora com seus amigos