CDD Capão Redondo completa 18 dias de greve, faz ato na sexta e pede apoio da categoria

Notícia publicada dia 04/04/2019

Tamanho da fonte:

O ato com passeata será realizado na sexta-feira, 05/04, na região do Capão Redondo

Trabalhadores querem negociação e solução imediata!

O CDD Capão Redondo é o único de São Paulo entre os 100 com mais carga parada no país. Só de carga simples são mais de 430 mil unidades! Os motivos disso exigem solução, e é isso que os trabalhadores e o Sindicato querem!

O acúmulo de serviços se dá pelo grande aumento da carga de encomendas e pela falta de funcionários, uma vez que a direção da ECT não realiza concurso e não contrata desde 2011. E devido à solução apresentada por ela, o DDA.

A distribuição alternada prejudicou os trabalhadores ao aumentar os percursos e a quantidade de trabalho. E também a população, que passou a receber visitas em dias alternados. A situação é explosiva, pois os carteiros sobrecarregados não dão conta das entregas. A revolta e as agressões nas ruas crescem e assustam o pessoal.

DDA não é solução para a falta de funcionários e aumento das cartas e encomendas.

Sua implantação tem levado ao caos, piorado pelo abandono e os ataques da gestão truculenta que se instalou na Zona Sul. Mas a tendência é a calamidade se espalhar por toda a cidade. Hoje o CDD Capão Redondo está em pior situação, mas amanhã pode ser a sua unidade!

A greve dos companheiros do Capão entrou no 18° dia. Até agora a direção da empresa não mostrou interesse em discutir, negociar e encontrar uma solução para o impasse. Ela quer empurrar o DDA goela abaixo da categoria!

Na próxima sexta o pessoal do CDD realizará nova assembleia com o Sindicato. Também fará uma grande passeata para divulgar, explicar a situação e pedir o apoio da população. E pedem e contam e com o apoio de todos trabalhadores da categoria. Afinal, resolver o impasse do DDA é interesse de todos!

Compartilhe agora com seus amigos