Deputado de direita assedia sexualmente deputada de esquerda para calar sua voz

Notícia publicada dia 18/12/2020

Tamanho da fonte:

Uma situação absurdamente machista e misógina ocorrida na Assembleia Legislativa de SP mostra a falta de escrúpulos dos direitistas, que usam até a violência sexual para impedir que as parlamentares da esquerda atuem em defesa dos direitos da população!

Vídeo do circuito interno da Alesp mostra o deputado Fernando Cury, do Cidadania, passando a mão no seio da deputada Isa Penna, do Psol, durante sessão da Alesp que discutia o orçamento do Estado.

A deputada argumentava com o presidente da mesa, para evitar manobras dos aliados do governo na discussão e na votação e para defender investimentos em ações sociais, quando foi assediada sexualmente pelo deputado, que usou essa violência para calá-la.

A deputada Isa Penna, conhecida por atuar no combate à violência contra as mulheres, afirma que a violência política de gênero que sofreu publicamente na ALESP infelizmente não é um caso excepcional, e cita o caso de outras parlamentares que passaram pelo mesmo constrangimento para terem suas vozes caladas.

Essa é uma realidade na sociedade brasileira. O machismo, a misoginia e a violência sexual e de toda ordem contra as mulheres está nas residências, nas ruas, nos meios de comunicação, nos transportes públicos e nas empresas. Precisa ser combatida por todas e todos, e isso torna a atitude do deputado ainda mais nefasta.

A Deputada registrou boletim por importunação sexual e pede cassação do mandato de Cury no Conselho de Ética. A Diretoria do Sindicato se solidariza com a Deputada, denuncia e repudia a violência por ela sofrida e seu autor, e reafirma sua posição em defesa da mulher, contra toda forma de discriminação e violência.

Veja artigo com o vídeo no portal G1

Compartilhe agora com seus amigos