FINDECT DÁ INÍCIO ÀS NEGOCIAÇÕES DO ACT 2019/2020

Notícia publicada dia 02/07/2019

Tamanho da fonte:

A FINDECT e ECT darão início ao processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho com data base no mês de agosto. A primeira rodada será realizada no dia 02 de julho, às 15 h, na Universidade dos Correios em Brasília.

Iniciam nesta terça-feira (02/07), a diretoria da FINDECT se reunirá com os representantes dos Correios em Brasília, para dar início a primeira reunião de negociação de 2019. O objetivo, é discutir as propostas deliberadas no Congresso da categoria, definir o calendário de reuniões, defender a manutenção de todos os direitos e do reajuste salarial nos salários e benefícios, além de discussão sobre o plano de saúde.

As negociações para o Acordo Coletivo de Trabalho deste ano serão de extrema importância diante da frieza da direção da empresa em receber a pauta de reivindicações. A mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras será fundamental para obter sucesso nessa campanha e barrar à privatização dos Correios, então anunciada pelo presidente Bolsonaro.

De acordo com o Presidente da FINDECT, José Aparecido Gândara, a reunião está marcada para às 15 horas e visa definir o calendário de reuniões com a empresa. Gândara, ressaltou que a expectativa entre os trabalhadores é grande. “A expectativa é grande sempre que chega a época da campanha salarial, mas atualmente parece ser maior. E agora ainda mais, diante da ameaça de privatização. A atual conjuntura não tem nos favorecido em nenhum aspecto. Estamos enfrentando um verdadeiro massacre no direito ao trabalho, à saúde do trabalhador, em nossas aposentadorias, direitos e empregos, e essa campanha será preciso muita unidade e luta pra defender nossos empregos”, informou Gândara.

GARANTIA DE TODOS OS DIREITOS

A FINDECT e os trabalhadores irão entrar nessa campanha com a convicção que não abrirão mão de nenhum dos direitos e lutar por cada um deles. A Reforma Trabalhista está sendo devastadora, além de não gerar os milhões de empregos prometidos, fragilizou a vida dos trabalhadores, colocando em risco direitos historicamente conquistados. Lembrando que para isso é fundamental a união de todos os trabalhadores ecetistas do Brasil.

FORTE E MOBILIZADO

A FINDECT e seus Sindicatos filiados destacam a importância dos trabalhadores estarem atentos e mobilizados para fortalecer o enfrentamento à direção da ECT e Governo Federal contra a retirada de direitos históricos e pelos nossos empregos.

Para Elias Diviza, vice-presidente da FINDECT, “Chegou a hora de negociar, e colocarmos na mesa as reivindicações dos trabalhadores, e deixaremos claro que não abriremos mão de nenhum direito. Essa campanha salarial será especial, precisaremos de unidade e luta nesse momento para defendermos nossos empregos e a manutenção de todo ACT.”

Acompanhe nossos informes e mais informações sobre a reunião publicaremos em nosso site e redes sociais.

Fonte: Findect

Compartilhe agora com seus amigos