Governo e direção da ECT se colocam acima da lei e não cumprem decisão para pagar o tíquete

Notícia publicada dia 18/12/2020

Tamanho da fonte:

O Sindicato foi à justiça e conseguiu liminar obrigando a direção da ECT a pagar o tíquete integralmente, pois a sentença do TST para a campanha salarial definiu a greve como não abusiva e determinou apenas o desconto de metade dos dias parados, nada mencionando sobre os tíquetes.

Na ação coletiva, o Sindicato destacou que o desconto levaria dificuldades às famílias ecetistas, pois o valor dos tíquetes corresponde a boa parte da renda mensal dos empregados e são um complemento necessário à subsistência dos trabalhadores, os quais, atualmente, já vêm enfrentando dificuldades em razão do notório aumento de preço dos alimentos.

A Juíza do Trabalho da 7ª Vara do Trabalho de São Paulo determinou o pagamento, mas a direção da ECT ainda não cumpriu. Está indo além do que tem feito. No caso da Covid 19 e outras questões do ACT, ela só cumpre as diretrizes depois que o Sindicato ganha na justiça. É mais uma prova do estado de exceção imposto ao país pelo atual desgoverno de ultradireita, do qual a direção da ECT faz parte.

O Sindicato, através de seu Jurídico e de sua Diretoria, está atuando para garantir o pagamento integral do tíquete a todos os trabalhadores da categoria.

Compartilhe agora com seus amigos