O destino nos pregou uma peça e levou o companheiro Roberto Zaghini

Notícia publicada dia 10/12/2018

Tamanho da fonte:

O imponderável e o trágico às vezes se encontram e sabotam o destino.

Quis esse trio que um apaixonado por ciclismo, experiente nos buracos, curvas e trânsito de São Paulo se acidentasse num passeio de final de semana com 40 mil apaixonados como ele, na Via Anchieta.

E que nesse momento conturbado e de retrocessos que vivemos, perdêssemos um lutador valoroso, Delegado Sindical responsável e dedicado, presente na liderança de todas as lutas da categoria, estudioso e formado em jornalismo.

Infelizmente o querido Delegado Sindical Roberto Zaghini foi vítima desse arranjo inesperado. Sofreu traumatismo craniano no acidente e não resistiu, nos deixou na tarde de ontem (09/12).

Fará muita falta esse trabalhador consciente e muito atuante, muitas vezes perseguido por sua liderança e coragem. Que nas batalhas perdeu quebra de caixa, depois retomado, que foi transferido e recentemente teve sua agência extinta, e corajoso como sempre foi responsável por denunciar o fechamento da agência, o que resultou numa reportagem da TV.

Roberto participou de todas as plenárias, atos e greves da categoria. Foi ao Rio de Janeiro protestar contra o banco BNI Mellon e em defesa do Postalis. Recentemente vinha lutando pra que o cargo de Atendente Comercial não fosse extinto e propondo diversas ações ao sindicato. Sempre encorajando os companheiros de trabalho a lutar pelos seus direitos.

Ele passou a pedalar após um problema de saúde. Através do ciclismo foi melhorando sua condição de saúde, se apaixonou pelo esporte e não parou mais. Mas, quis o destino, foi através dele que perdeu a vida.

Grande companheiro, exemplo de luta e de persistência na nossa categoria.

Perdemos um grande colega!

ROBERTO PRESENTE!

O velório será a partir das 18h de hoje (10/12) e o sepultamento amanhã (11/12) no cemitério de Santo Amaro às 9h.

Compartilhe agora com seus amigos