A ordem do dia é RESISTIR!

Notícia publicada dia 12/03/2018

Tamanho da fonte:

O julgamento no TST abrangeu a assistência médica dos trabalhadores Ecetistas. A direção da empresa pediu alteração da clausula 28, embora essa seja clausula do acordo coletivo em vigor, assinado e os trabalhadores não aceitem mudanças.

É uma decisão inédita do tribunal, que altera um acordo coletivo de trabalho sem a concordância de uma das partes. A justiça sempre garantiu o cumprimento dos acordos pelas empresas, mas dessa vez revisou uma cláusula a pedido da empresa.

Amanhã (13) os dirigentes do sindicato e da federação avaliarão a decisão do tribunal e definirão as orientações.

Na quarta-feira (14), convocamos a categoria para a assembleia as 11h no CMTC Clube, onde serão debatidos com os Ecetistas as definições e caminhos para nossa luta.

A greve da categoria não entrou em debate no TST hoje, nem as demais reivindicações que embasam nossa luta.

A GREVE CONTINUA, assim como as exigências de realização de concurso público e contratação, manutenção das agências e CDDs abertos, e de todas as funções, além do retorno das merecidas férias, o fim das terceirizações, entre tantas lutas de nossa categoria.

Em breve mais informações sobre o andamento de nossa luta em nosso site e redes.

Clique aqui e assista o julgamento na integra:

SINTECT-SP NA LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS DOS ECETISTAS!
Compartilhe agora com seus amigos