Assembleia realizada no CMTC Clube dia 25/09/2012

Notícia publicada dia 26/09/2012

Tamanho da fonte:

A assembleia se iniciou com o companheiro Anderson agradecendo a presença de todos, e justificando a ausência do Presidente Diviza, que esta em Brasília, para acompanhar os debates e audiência no TST. Anderson ainda fez a leitura do informe nº 5 dos Sindicatos Unificados (São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru e Tocantins), que explica sobre a reunião realizada no dia 24 com a relatora do TST de nosso Dissídio Coletivo, Ministra Kátia Arruda, e de todo o esforço por um acordo razoável. Nesse informe de nº 5 dos Sindicatos Unificados fica esclarecido a postura favorável à um Acordo Negociado ao invés do julgamento, e sobre a súmula do TST recente que estabelece novas garantias em relação aos Acordos Coletivos assinados.

Logo após, o companheiro Peixe passa a informar sobre a nova proposta de Conciliação apresentada no dia de hoje pela Ministra Kátia Arruda, de garantir R$ 60,00 de aumento real de forma linear, o que foi recusado pela ECT. Informou ainda sobre a proposta apresentada pelo Ministério Público de reajuste salarial de 8,5%, o que também foi recusado pela ECT, que continuou sem apresentar nenhuma contraproposta, mantendo o impasse e gerando protestos de todas as partes (sindicatos, TST e Ministério público). A ECT recusa nova proposta de conciliação do TST. Após isso, o companheiro Peixe apresentou a proposta de Moção de Repúdio aos membros do pco, que de forma covarde agrediram o companheiro Jacó em Brasília. Esclareceu ainda que o companheiro Jacó que atualmente trabalha nos Correios em Brasília já trabalhou em São Paulo, tendo sido diretor de nosso sindicato. De forma unânime, a assembleia aprovou a moção de Repúdio à atitude covarde do pco de agredir o companheiro Jacó. O companheiro Peixe esclareceu ainda que devido à nova súmula do TST 277, que garante que os Acordos Coletivos passam a valer no contrato individual dos trabalhadores, a ECT quer levar o Dissídio para julgamento. Após isso foi esclarecido que o próprio Ministério Público também já está farto da postura intransigente da ECT, o que foi aplaudido por todos os presentes. Após esses esclarecimentos foi colocada em votação a continuidade da Greve, o que foi aprovado por todos os presentes.

A GREVE CONTINUA!!!

NOVA ASSEMBLEIA 5ª FEIRA, 19 HORAS, POIS NESSE DIA OCORRERÁ O JULGAMENTO NO TST DE NOSSO DISSÍDIO!!!

TODOS FIRMES ATÉ A VITÓRIA!!

Veja abaixo o álbum de fotos da assembleia

[nggallery id=37]

SINTECT/SP – GESTÃO RESPONSABILIDADE E + CONQUISTAS

Compartilhe agora com seus amigos