Campanha Salarial 2018 – Confira as Reivindicações

Notícia publicada dia 16/06/2018

Tamanho da fonte:

A Pauta de Reivindicações da categoria para a Campanha Salarial Unificada 2018 foi aprovada no Congresso e entregue à direção da ECT no dia 07 de junho. A íntegra pode ser conferida no site do SINTECT-SP.

Já começou a Campanha Salarial 2018 dos trabalhadores dos Correios de todo o país. A pauta Nacional de Reivindicações foi protocolada junto
ao presidente da ECT, Carlos Fortner, no dia 07 de junho, pelos companheiros Elias Diviza, Presidente do SINTECT-SP, Ronaldo Martins, Presidente do SINTECT-RJ, e pelo presidente da FINDECT, José Aparecido Gandara. Diviza também protocolou a pauta junto ao Superintendente-SPM Marcos Vinicius dia 08 de junho. Assim as negociações começaram oficialmente.

Todos sabemos que será uma Campanha importante e muito difícil. Os trabalhadores dos Correios têm sofrido ataques a conquistas históricas contidas no Acordo Coletivo de Trabalho, como o convênio médico. Precisamos resistir e reverter os ataques.

Pauta entregue ao Superintendente-SPM

Para tanto precisamos de uma campanha unificada nacionalmente, sem vacilo, com muito empenho e sem trégua.
E para dirigir essa luta precisamos de uma direção sindical responsável, experiente, comprometida com a categoria, capaz de liderar a resistência ecetista!

A Diretoria do SINTECT-SP já mostrou que está altura dessa tarefa. Como na última Campanha, em que soube o momento certo de entrar em greve e, com isso, garantiu a manutenção integral do ACT e os trabalhadores de suas bases não tiveram dias descontados.

As principais reivindicações da nossa pauta são:

Salários: reposição integral da inflação + R$ 300 de aumento real linear.

Benefícios econômicos: reposição integral da inflação + 5% de aumento real.

Vale refeição com valor facial de R$ 45,00.

Pagamento integral do AADC e da Periculosidade aos motociclistas.

Manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo, inclusive a 28 (convênio médico) nos moldes do Acordo Coletivo encerrou a Campanha Salarial 2017.

Aumento no valor da quebra de caixa para R$ 470,75.

Adicional aos atendentes que trabalham internamente .

Licença paternidade de 20 dias.

Fim do DDA.

Concurso Público e contratação já.

Reajuste no Diferencial de Mercado.

Estabilidade na função para todos os trabalhadores afastados por mais de 180 dias pelo INSS.

Clique aqui e confira a pauta de reivindicações na integra
Compartilhe agora com seus amigos