Categoria rejeita prorrogação do acordo e exige NEGOCIAÇÃO JÁ!

Notícia publicada dia 05/09/2017

Tamanho da fonte:

Em grande assembleia na terça, 5 de setembro, os ecetista de São Paulo disseram não à proposta do TST, de prorrogar o ACT até dezembro, e exigiram a abertura imediata da negociação da pauta de reivindicações!

imagem_sintect_sp_assembleia_rejeita_proposta_do_TST_1

A assembleia convocada pelo Sindicato para a noite de terça-feira lotou de trabalhadores insatisfeitos com a proposta do Ministro do TST, de prorrogar o acordo e adiar ainda mais as negociações para “ampliar a discussão que leve a uma proposta viável acerca do plano de saúde dos ecetistas”, como ele disse.

A rejeição à prorrogação e a exigência de abertura imediata das negociações pela ECT para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 foram unânimes.

A categoria quer fazer valer seu direito de negociar o Acordo Coletivo 2017/2018, para o qual quer a renovação de todas as cláusulas do acordo atual, sem nenhum direito a menos, reajuste salarial e dos benefícios econômicos e atendimento das demais reivindicações da pauta enviada em julho.
imagem_sintect_sp_assembleia_rejeita_proposta_do_TST_3
Também foi unânime a defesa da unidade nacional da categoria nessa luta diferenciada, que exige muita força e determinação de todos os trabalhadores. A Diretoria do Sindicato vai encaminhar a decisão da assembleia para a ECT e o TST e vai fazer tudo que for possível para garantir a unidade nacional dos trabalhadores dos Correios e seus Sindicatos e Federações, tão necessária nesse momento.

O ambiente é de incerteza, e não vamos esperar que a Direção da ECT tenha boa vontade. Muito pelo contrário! Já sabemos muito bem quais são as intenções de Guilherme Campos, sua diretoria, do ministro Kassab e do governo Temer. Eles querem reduzir nossos direitos e encaminhar a privatização da ECT.

Por isso vamos nos organizar e preparar para uma dura batalha!
O momento é de MOBILIZAÇÃO TOTAL!

Vamos fazer a nossa parte para dar uma base sólida para nossos representantes negociarem de igual para igual com a direção da ECT e o governo que ela representa. E para exercer nosso direito de GREVE com muita força, garra e coragem, caso a empresa insista em acabar com nossos direitos!!!

Aguarde informações sobre o andamento das negociações e sobre os próximos passos da nossa luta no site do SINTECT-SP!

Veja mais fotos

Compartilhe agora com seus amigos