FINDECT PERMANECE FIRME NA DEFESA DOS DIREITOS E BENEFÍCIOS DOS ECETISTAS E DÁ CONTINUIDADE ÀS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

Notícia publicada dia 20/09/2017

Tamanho da fonte:

As negociações Coletivas para o Acordo Coletivo de Trabalho seguem nesta quarta-feira (20), em Brasília. A FINDECT está participando da reunião representando os Trabalhadores de todo o país, em respeito às lutas e conquistas históricas da categoria.

Este é o momento é caminhar com prudência, sem deixar de lado a coragem de partir para a luta, se for preciso. A FINDECT vem exigindo da direção da Empresa para que apresente sua proposta completa, para que os Trabalhadores possam decidir sobre o futuro de sua categoria. Até o momento, a ECT apresentou apenas parte de sua proposta, deixando para o final as que envolvem reajustes econômicos e de benefícios, e também a assistência médica da categoria.

De acordo com o calendário apresentado pela Empresa, amanhã, dia 21 de setembro, a proposta final será levada ao conhecimento dos Representantes dos Trabalhadores. A FINDECT, que permanece até o final na defesa dos Ecetistas, está preparada para enfrentar os ataques que possam vir. “Nós não podemos abrir mão do direito de negociar. Nosso Acordo Coletivo é histórico, e decretar uma greve sem esgotar o calendário proposto pode levar ao dissídio no TST. E sabemos que a decisão por lá não vai ser boa para os Trabalhadores”, afirma o Presidente da FINDECT, José Aparecido Gimenes Gandara.

Para Ronaldo Martins, Secretário Geral da FINDECT, é preciso ter responsabilidade quando se está a frente, representando a categoria. “Entendemos que é um momento difícil para os trabalhadores, com a chegada da Reforma Trabalhista. Nós precisamos ter responsabilidades nas ações para que não ocorra perda de direitos. O primeiro passo da responsabilidade é manter o prazo acordado desde o início da campanha . Nós vamos ouvir, se não houver uma proposta adequada, nós encaminharemos a decisão para a assembleia dia 26”, afirmou.

O Vice-presidente da FINDECT, Elias Cesário – Diviza, afirma que não podemos deixar a decisão final para os representantes deste governo patronal. “Nós estamos negociando em nome de todos os Ecetistas, não abandonamos o barco! Vamos negociar até o fim para não prejudicar os Trabalhadores com uma greve que pode ser considerada abusiva”.

CONFIRA A CARTA CONVITE DA ECT PARA A CONTINUIDADE DAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS, CLIQUE AQUI!

Lembrando que os Trabalhadores dos Sindicatos filiados à FINDECT (São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru, Maranhão e Tocantins) já estão em Estado de Greve desde o dia 5 de setembro. As próximas assembleias acontecem no dia 26, e serão o momento onde os Trabalhadores e Trabalhadoras debaterão o andamento da Campanha Salarial e decidirão o futuro da categoria.
Compartilhe agora com seus amigos