Maioria rejeita privatização da Petrobras e dos Correios, diz pesquisa

Notícia publicada dia 02/07/2019

Tamanho da fonte:

A maioria dos brasileiros discorda do governo Jair Bolsonaro (PSL) e rejeita a privatização das grandes empresas estatais, como a Petrobras e os Correios. É o que aponta um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira (1/7).

De acordo com a sondagem, 61,5% são contrários à venda da Petrobras. O índice é quase o dobro do percentual de brasileiros favoráveis à privatização da empesa – 32%. Outros 6,5% não sabem ou não responderam.

Já em relação à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), 55,1% são contra a privatização, ante 38,2% que apoiam. Não sabem ou não responderam 6,6% dos entrevistados.

Sob a liderança do ministro ultraliberal da Economia, Paulo Guedes, a gestão Bolsonaro planeja uma séria de privatizações de estatais federais. Mas, como o governo sequer conseguiu levar a reforma da Previdência ao plenário do Congresso, o furor privatista perdeu força.

Bolsonaro já falou da intenção de privatizar os Correios e, em junho, demitiu o presidente da empresa, general Juarez Cunha, que era contrário à venda da estatal. Já a Petrobras pode ser mantida no modelo atual, de economia mista, com foco na sua principal atividade: a exploração do petróleo.

O Instituto Paraná Pesquisas entrevistou 2.102 brasileiros maiores de 16 anos em 158 municípios brasileiros das 27 unidades da federação entre os dias 20 e 25 de junho.

Portal Vermelho com informações do R7

Compartilhe agora com seus amigos