Ministério da Saúde vai indicar uso de máscara no combate ao coronavírus

Notícia publicada dia 02/04/2020

Tamanho da fonte:

››Segundo o Ministro, novo protocolo vai indicar máscara a quem usar transporte público, no ir e vir, trabalhador que tem contato com a população, que precisa de reforço de barreira por conta da profissão, da atividade.

››Isso reforça a necessidade de fornecimento de máscaras e luvas para os trabalhadores dos Correios que manipulam objetos, atendem o público nas agências e atuam na distribuição domiciliar e em empresas!

Essencial é a preservação da saúde e da segurança dos trabalhadores!

O Sindicato tem insistido na necessidade e na importância do fornecimento e do uso das máscaras, bem como das luvas. Mas a ECT insiste em recusar, com a desculpa que o Ministério da Saúde não indica.

Mas há mudanças apontadas pelo Ministro da Saúde Henrique Mandeta, que em entrevista coletiva declarou que o seu ministério prepara protocolo que vai indicar máscaras também para quem não tem sintomas de coronavírus.

Até aqui, o Ministério da Saúde recomendava que apenas profissionais de saúde e pessoas com coronavírus ou com sintomas usassem as máscaras. A restrição na indicação do uso vinha sendo justificada com argumentos como o risco de manipulação inadequada.

Mas o motivo principal é a falta do item no mercado nacional, comprovado pelo fato do próprio Ministério da Saúde já ter dito que máscaras caseiras poderiam ser utilizadas por pessoas que estão com sintomas.

A direção da ECT deve se sensibilizar com a situação, pois há muita gente contaminada que não apresenta sintomas. Não dá para os trabalhadores dos Correios saberem se há contaminados entre seus colegas de trabalho e no público que atendem!

Cuidado e responsabilidade são essenciais!!!

A Direção do SINTECT-SP exige que a ECT forneça máscaras e luvas imediatamente, além de garantir os demais itens de higiene e segurança em todos os setores e individualmente!

Veja texto publicado no Portal G1

Mandetta diz que ministério prepara protocolo que vai indicar máscaras também para quem não tem sintomas de coronavírus.
Atualmente, órgãos de saúde só recomendam o uso por profissionais da saúde e por pessoas que estão com sintomas.

Compartilhe agora com seus amigos