Ministro do Trabalho conversa com o Presidente do Sintect/SP

Notícia publicada dia 02/07/2012

Tamanho da fonte:

Em sua visita à sede nacional da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) na última sexta-feira (29/6), para dialogar com diversos dirigentes desta central sindical, o Ministro do Trabalho Brizola Neto atendeu ao pedido e conversou com o companheiro Elias Diviza, Presidente de nosso Sindicato e o diretor Guiné e se compromete a nos receber em Brasília.

“Estivemos discutindo sobre as terceirizações, que hoje onera os cofres públicos e escraviza a classe trabalhadora, com as más condições de trabalho e a falta de estabilidade no emprego que esses trabalhadores sofrem, destacando que essa é das mais cruéis armas do capitalismo”, afirmou Diviza, que ainda frisou que o problema das terceirizações não ocorre só no setor privado, mas também no setor público, como nos Correios e na Sabesp.

Além disso, Diviza também conversou com o novo Ministro do Trabalho sobre o novo modelo de Federação e formas de negociação que os Sindicatos dos Correios de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru e Tocantins estão construindo. O Ministro demonstrou bastante interesse por esse assunto, afirmando que entende que a direção da EBCT deve reconhecer a representatividade desses Sindicatos, que representam mais de 51% do fluxo postal nacional e do faturamento da Empresa.

 SINTECT/SP entrega Pauta de Reivindicações ao Ministro do Trabalho

Ainda durante essa conversa com o Ministro do Trabalho, o companheiro Diviza entregou ao Ministro do Trabalho Brizola Neto um resumo da Pauta de Reivindicações que os Sindicatos dos Correios de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru e Tocantins protocolaram na EBCT, quando o Ministro se comprometeu a receber uma representação desses quatro sindicatos em Brasília para melhor discutir essas propostas e buscar meios de intermediar as conversações com a direção da Empresa.   

O companheiro Diviza avalia como positiva essa primeira conversação com o Ministro do Trabalho e Emprego Brizola neto, que está há apenas 2 meses à frente do ministério, mas que tem um histórico bastante positivo como Deputado Federal defensor dos setores populares e nacionalistas. Em especial nas questões relacionadas às condições de trabalho, saúde e segurança e na luta por condições de trabalho digno, o Ministro Brizola Neto pode nos auxiliar muito nas negociações com o Governo.

“É a partir da unidade que podemos construir uma pauta de reivindicações que garanta mais avanços para os trabalhadores. O Ministério do Trabalho e Emprego quer ser o mediador entre governo, patrões e trabalhadores nesse sentido”, afirmou Brizola Neto aos diversos sindicalistas da CTB presentes. Conforme o companheiro Diviza  , ele disse: “Nós do SINTECT/SP e os demais sindicatos aos quais estamos unidos nos manteremos mobilizados e organizando a categoria para que as suas justas reivindicações sejam atendidas, mas sempre buscando o diálogo”.

 SINTECT/SP – GESTÃO RESPONSABILIDADE E + CONQUISTAS

Compartilhe agora com seus amigos