Mulheres levam suas reivindicações às ruas no 08 de março

Notícia publicada dia 12/03/2015

Tamanho da fonte:

Mais de 5 mil mulheres guerreiras participaram do ato do Dia Internacional da Mulher, engrandecido pela marcante presença de homens feministas conscientes de que “sem a emancipação das mulheres não há sociedade livre”!

foto_secretaria_mulheres_sintect_sp

O SINTECT-SP, a CTB, a UNEGRO, a UBM, a UJS, a Conam (Movimento de Moradia) e o PCdoB participaram juntos do ato do Dia Internacional da Mulher, expressando apoio às reivindicações que representam igualdade de direitos, de oportunidades, de salários e contra toda forma de violência doméstica, empresarial e nos espaços sociais contra as mulheres. O manifestação começou na Av. Paulista e teve caminhada pela Rua Augusta até a Praça Roosevelt, onde ocorreu um ato de encerramento.

foto_8_de_março_dia_internacional_das_mulheres

As faixas, bandeiras e pirulitos empunhados no ato traziam as principais reivindicações e lutas das mulheres, mas iam muito além, mostrando compromisso com a luta política nacional e internacional, como a defesa da Petrobrás e a exigência de soluções para a crise hídrica gestada nos governos do PSDB em São Paulo.
fotos_dia_internacional_da_mulher-8A companheira Arlete, Diretora da Secretaria da Mulher do SINTECT-SP, participou do ato e ficou feliz com a garra das mulheres. Para ela: “Participar do ato foi enriquecedor. Pude ver as necessidades existentes devido à deficiência das políticas públicas, pois foram muitos os movimentos sociais que participaram com suas reivindicações. Isso leva a concluir que precisamos de muitas reformas para diminuir a desigualdade social! As mulheres não querem ser melhores que os homens, e sim respeito de todos ao que diz a Constituição Federal: homens e mulheres iguais em direitos e deveres”.

Veja algumas das bandeiras de luta das Mulheres levantadas no ato:

-Reforma Política com paridade de gênero já!
-Salário igual para trabalho igual!
-Negros e Negras na luta para garantir a democracia contra o golpe!
-Empoderamento das mulheres e do povo negro!
-Pelo direito de morar e se locomover. Reforma Urbana já! Por mais creches!
-Nenhum direito a menos!
-Alckmin mentiu: a água acabou! O PSDB secou SP.
-Defender a Petrobrás é defender o Brasil e as trabalhadoras.
-Todos e todas na luta para a superação da lesbofobia e homofobia
-Combate à violência doméstica!

Veja abaixo o álbum de fotos completo:

[nggallery id=88]

logo_mulher_ecetista_sintect_sp

Compartilhe agora com seus amigos