SINTECT-SP apoia, participa e convoca a categoria para manifestação do dia 30/05, em defesa da educação e da aposentadoria

Notícia publicada dia 28/05/2019

Tamanho da fonte:

A luta convocada por entidades estudantis contra os cortes da Educação ganhou apoio das Centrais e sua pauta contemplou também os preparativos para a greve geral de 14 de junho, que precisa ser uma das maiores, senão a maior, da história do país, pois seu sucesso será decisivo para fortalecer a luta conta a reforma da Previdência.

30 de maio é largada para a Greve Geral de 14 de junho – Todos ao Largo da Batata a partir das 16h00!
A manifestação unificada pelas Centrais Sindicais no 1º de Maio, a luta nacional unificada dos trabalhadores da educação do dia 15 de maio, fortalecida pelos estudantes, e agora a manifestação de 30 de maio são momentos da construção coletiva e unitária da Greve Geral de 14 de junho.

Cortes na educação afetam até os Correios

O SINTECT-SP estará nela e convoca toda a categoria a participar desse grande momento de luta! Além de defender a educação e a aposentadoria, a luta também defende os Correios.

Antes de tudo porque uma luta forte contra o governo enfraquece a intenção de privatizar e entregar as estatais brasileiras, como os Correios.

Mas também porque os cortes anunciados na educação básica vão tirar recursos das universidades e da educação básica, além de programas como a entrega de livros didáticos em todos os municípios do país ou a distribuição de provas do ENEM, que têm os Correios como parceiro.

Os cortes também inviabilizam investimentos no programa de Educação Jovens e Adultos (EJA) e também o ensino em período integral. E afetam profundamente a saúde e produção científica e tecnológica, pois as universidades públicas são responsáveis por mais de 90% da pesquisa e inovação no país e prestam serviços à população por meio de projetos de extensão e hospitais universitários.

Tudo isso atinge os trabalhadores dos Correios e suas famílias.

Compartilhe agora com seus amigos