SINTECT-SP pede intervenção de Leci Brandão por vacina contra febre amarela à categoria

Notícia publicada dia 30/10/2017

Tamanho da fonte:

A Diretoria do Sindicato entrou em contato e enviou ofício à Deputada Estadual Leci Brandão para solicitar a intervenção dela junto aos órgãos de saúde do estado e do município.

O motivo é a necessidade de conseguir com urgência que esses órgãos priorizem os trabalhadores dos Correios na vacinação contra febre amarela, principalmente os que trabalham e residem na região norte da cidade, a mais afetada (Clique aqui e leia o ofício na íntegra)

Essa priorização deve envolver a reserva de quantidade adequada de doses aos ecetistas e o envio de equipes de saúde às unidades de trabalho dos Correios, para ministrar a vacina.
Essa medida é fundamental devido à possibilidade da doença se alastrar na região norte da cidade, e ao fato dos trabalhadores dos Correios estarem expostos diariamente ao mosquito transmissor, tanto nas unidades de trabalho quanto nas ruas, no período da entrega de correspondências e encomendas.

Desde que foi confirmado, no dia 20 de outubro, que um macaco infectado com o vírus da febre amarela foi encontrado morto no Horto Florestal, o sinal de alerta foi ligado para evitar a proliferação e uma epidemia, como a de dengue.
Depois disso, outros macacos foram achados mortos. Não há ainda nenhum registro de pessoa que tenha contraído a doença na cidade. Mesmo assim, 15 parques da região norte foram fechados para evitar o contato da população com os mosquitos transmissões e o desencadeamento de uma epidemia.

Quem deve tomar a vacina na cidade de São Paulo?

Devem tomar a vacina contra a febre amarela os moradores e trabalhadores da zona norte. Quem frequenta a região com periodicidade não precisa ser imunizado neste primeiro momento, segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo.

Quais os sintomas da doença?

A febre amarela é classificada como uma doença infecciosa grave. Ela provoca calafrios, dor de cabeça, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Para maior parte dos pacientes, os sintomas vão perdendo a intensidade a partir do 3º ou 4º dia da infecção. Em alguns casos, no entanto, a doença entra em sua fase considerada tóxica. Cerca de 10% dos pacientes desenvolvem a forma grave da doença. Ela geralmente ocorre depois de um período breve de melhora dos primeiros sintomas da doença. A febre reaparece, há hemorragias, insuficiência hepática, insuficiência renal. Um dos sintomas é a coloração amarelada da pele e do branco dos olhos. Também não é incomum pacientes apresentarem vômito com sangue, um sintoma da hemorragia. Cerca de 50% dos pacientes que desenvolvem a forma grave da doença morrem num período entre 10 e 14 dias. Não há um tratamento específico para febre amarela. A medida mais eficaz é a vacinação, para evitar a contaminação da doença.

Há 37 postos de saúde na região vacinando com a febre amarela, mas as filas são enormes e a espera pode levar horas, Veja quais são:

Horários: • Segunda a sexta-feira das 7h às 19h • Sábado (28), das 8h às 17h • Domingo (29), das 8h às 14h.

UBS/AMA Jardim Peri – Av. Peri Rochetti, 914 – Jd. Peri
UBS Horto Florestal – R. Luis Carlos Gentile de Laet, 603, esquina com rua. do Horto, 603 – Horto Florestal
UBS Dona Mariquinha Sciascia – R. Dr. José Vicente, 39 – Tremembé
UBS Vila Dionísia – R. Chen Ferraz Falcão, 50, Vila Dionísia
UBS Lauzane Pauklista – R. Valorbe, 80 UBS Vila Aurora – R. Jean Buff, 126 UBS Conjunto Ipesp – Av. Profª. Virgilia Rodrigues Alves de Carvalho Pinto, 555
UBS Wamberto Dias Costa – R. Paulo César, 60 UBS Jardim Rosinha – R. Dalva de Oliveira, 82 – Morro Doce
UBS Morada do Sol – R. Assis Brasil, 31, esquina com Pça. Luiz Vaz de Camões – Sol Nascente
UBS Morro Doce – R. Alberto Calix, 55 – Jd. Canaã
AMA/UBS Parque Anhanguera – R. Pierre Renoir, 100 – Via Anhanguera Km 24,5 – Jd. Britânia
UBS/PSF Alpes do Jaraguá – Alameda das Limeiras, 46
AMA/UBS Integrada City Jaraguá – Estrada de Taipas, 1648
AMA/UBS Integrada Elísio Teixeira Leite – R. João Amado Coutinho, 400
UBS/PSF Jardim Panamericano – R. Barra da Forquilha, 38 F UBS/PSF Jardim Rincão – R. Arroio da Palma, 67
UBS/PSF União das Vilas de Taipas – Av. Elísio Teixeira Leite, 7.703
UBS Recanto dos Humildes – Av. Pavão, 36A UBS Vila Caiuba – R. Presidente Vargas, s/n
UBS Ilza Weltman Huztler – Rua Cel. Walfrido Carvalho s/nº UBS Vila Espanhola – Av. João Santos Abreu ,650
UBS Vila Dionísia II – Rua 07 de Setembro,73 UBS Jardim Guarani – Rua Santana do Araçuai, 160
UBS Jardim Vista Alegre – Rua Ibiraiaras, 21
UBS Silmarya R.M. Souza – Rua Euvaldo Augusto Freire, 20
UBS Jardim Paulistano – Rua encruzilhada do Sul, 220
UBS Anhanguera I – Estrada Turística do Jaraguá, 3.680
UBS/AMA Jardim Ipanema – Rua Pedro Ravara, 11A
UBS Jardim Apuanã – R Hum, 19 UBS Jardim Fontalis – R. Antonio Picarollo, 41
UBS/ESF Jardim das Pedras – R. Clóvis Salgado, 220
UBS Jardim Flor de Maio – Av. Nova Paulista, 561
UBS Jardim Joamar – R. Adalto Bezerra Delgado, 230
UBS Dr. Osvaldo Marçal – R. Antonio Joaqui de Oliveira, 220 UBS Vila Nova Galvão – R. Alpheu Luiz Gasparinni, 116
AMA/UBS Integrada de Perus – Praça Vigário João Gonçalves de Lima, 239

Parques fechados na região norte de São Paulo:

Municipais
Anhanguera
Linear Canivete
Córrego do Bispo (em implantação)
Pinheirinho D’Água
Jacintho Alberto
Rodrigo de Gásperi
Jardim Felicidade
Cidade de Toronto
São Domingos
Tenente Brigadeiro Faria Lima
Lions Tucuruvi
Sena
Senhor do Vale
Estaduais
Horto Florestal
Cantareira

Compartilhe agora com seus amigos