Solenidade de posse dos Delegados Sindicais e da Diretoria do SINTECT/SP emociona a todos os presentes

Notícia publicada dia 23/07/2015

Tamanho da fonte:

Já antes do início da atividade, que aconteceu em 18 de julho de 2015 no Hotel Dan Inn Planalto no centro de São Paulo, se ouvia o último ensaio do Coral dos Correios enquanto os funcionários do sindicato recebiam os trabalhadores (as) eleitos (as) como delegados (as) sindicais e seus familiares

plenario_posse_sintect_1600_zyon

A solenidade começou com um vídeo que foi elaborado pelo sindicato com a finalidade de mostrar alguns dos diversos momentos que aconteceram durante a última gestão. Logo após o vídeo, a mestre de cerimônia leu um breve resumo da história do SINTECT/SP e iniciou a composição da mesa.

hino_posse_sintect_1600_zyon

Com a mesa composta, todos puderam prestigiar a primeira apresentação da solenidade que foi o Hino Nacional Brasileiro, lindamente interpretado pelo Coral dos Correios.

Diviza_posse_sintect_500_zyonO primeiro a receber a fala foi o trabalhador ecetista reeleito Presidente do SINTECT/SP Elias Cesário (Diviza), que em sua fala agradeceu a presença de todos os delegados e seus familiares neste dia tão especial para o sindicato e para todos os trabalhadores. Pois neste dia se inicia o mandato daqueles que recebem a importante missão de representar o SINTECT/SP em seus setores, levando os informes oficiais do sindicato aos seus companheiros, pois o delegado sindical tem esta importante missão, de levar ao conhecimento do sindicato as demandas e reivindicações de seus companheiros de trabalho: “Peço desculpas a todos os delegados, pois no meu entendimento vocês merecem muito mais, e esta solenidade é o mínimo que o sindicato poderia fazer para aqueles que não ganham nenhum centavo a mais para estar na linha de frente da luta em defesa dos direitos dos trabalhadores da categoria ecetista” – disse.

Ao final de sua fala, Diviza ainda ressaltou a importância do delegado na luta da campanha salarial já iniciada, e pediu para que as famílias apoiem estes companheiros que estão tomando posse como delegados sindicais e também falou da importância dos companheiros plantarem essas sementes de luta por melhoria em seus filhos, pois esta é a única forma de manter a luta por um futuro melhor viva.

Seguindo com a solenidade, o próximo a fazer uso do microfone foi o companheiro Anésio, que representou a FINDECT na mesa, e em sua fala parabenizou a todos os delegados eleitos assim como toda a diretoria do SINTECT/SP que assume um novo mandato: “Acredito e confio nesta diretoria que assume hoje, pois vejo nela toda a seriedade e compromisso com as lutas da categoria, fatores estes que são fundamentais e necessários para a luta que se avizinha, pois somente unidos poderemos lutar contra o desmonte que está acontecendo na empresa”.

Já o Subprefeito da Sé Alcides Amazonas, considera importante que os trabalhadores tenham a frente de seu sindicato trabalhadores compromissados com a luta da categoria: “Sempre acompanhei e busquei contribuir com a luta desta categoria e fico muito contente em participar deste evento festivo e de muita reflexão para todos os trabalhadores” – destaca Alcides.

adilson_posse_sintect_500_zyonO Presidente Nacional da CTB Adilson Araújo, após saudar a todos os presentes, falou do difícil momento pelo qual passa o país e da importância dos trabalhadores nessa luta contra o retrocesso: “A consciência de classe é a nossa maior arma contra o controle da mídia, que cada vez mais tenta nos confundir, e contra todas as investidas do retrocesso. A melhoria dependerá do nosso compromisso em lutar por um mundo melhor, mais humano e menos desigual”. – disse Adilson.

Logo após o companheiro Adilson, foi a vez de Julião, assessor da Deputada Estadual Leci Brandão, que após os agradecimentos e saudações, parabenizou a todos os delegados sindicais e falou sobre a luta contra a precarização não só dos Correios mas de todas as empresas estatais, destacando a Petrobras, onde ressaltou a importância da mobilização da categoria na luta contra a precarização, que pode abrir caminho para a privatização e a perda de direitos trabalhistas: “Os delegados sindicais precisam entender que seus papéis devem ir além da luta sindical, pois defender as estatais é defender o Brasil, a soberania nacional e a democracia”.

Em seguida falou o também sindicalista Washington Santos (“Maradona”), oriundo do setor elétrico, que destacou que a luta de classes não pode mais ser baseada apenas no aumento salarial, mas deve extrapolar estas fronteiras e lutar pela defesa do emprego em si, e dos direitos trabalhistas: “Já acompanho a luta do SINTECT/SP há algum tempo, e entendo o compromisso desta diretoria que está à frente do sindicato com as lutas da categoria, e neste sentido, reforço nosso apoio à luta da categoria ecetista”.

aguiar_posse_500_sintect_zyonO companheiro Antônio Aguiar, Presidente da ARACT/SP se emocionou em sua fala ao relembrar os companheiros que iniciaram a luta no ano de 1984, fazendo reuniões na igreja da Consolação e da Santa Efigênia, pois não podiam se expor devido às demissões, visto que nesta época, os trabalhadores não eram autorizados sequer a organizar associações: “Na época, nós fomos para o movimento porque os trabalhadores não tinham nada, e já em 86 conquistamos o ticket restaurante, em 87 conseguimos o desconto em folha, cesta básica e gratificação de férias. Eu falo da categoria de Correios com muito orgulho, pois dediquei 25 anos da minha vida para esta luta” – conta Aguiar.

Ao final de sua fala, Aguiar também falou sobre a importância do delegado sindical nas lutas da categoria, e parabenizou a todos os presentes. É importante destacar que a fala do companheiro Aguiar foi aplaudida de pé pelos presentes, um gesto de reconhecimento para com o compromisso do atual Presidente da ARACT/SP.

elma_posse_sintect_500_zyonA habitação para o trabalhador também teve vez na solenidade na fala da Presidente da AME-SPM Elma Gislene, que falou do primeiro projeto habitacional da AME, na região sul de São Paulo: “É importante que os trabalhadores se unam à luta pela moradia, pois somente unidos iremos mudar a cara da habitação em São Paulo, e assim conquistar o sonho da casa própria”. – falou Elma.

Rosa Anacleto, da UNEGRO deu sequência às falas da solenidade, que após os cumprimentos iniciais, ressaltou a importância da participação do SINTECT/SP nas lutas da questão racial: “Por mais incrível que pareça, o racismo faz com que os trabalhadores negros, mesmo em uma empresa estatal como os Correios, tenham um salário desvalorizado por conta da questão racial. A luta racial pede toda a nossa força, garra e persistência para que a igualdade seja estabelecida e possamos ocupar o espaço que nos é de direito na sociedade” – disse Rosa.

Neli Marques, representando o SINTECT/RJ iniciou sua fala mencionando que também já fez parte do Coral dos Correios, mas destacou a grande sabedoria apresentada pelo companheiro Aguiar, e prosseguiu falando sobre a postura necessária para ser um delegado ou diretor sindical e representar a sua base: “Nossa categoria é muito aguerrida, nunca foge da batalha. Os ecetistas sabem que esta luta é nossa, e ninguém a fará em por nós. A força da categoria ecetista se apresenta todos os dias debaixo de sol e chuva no meio da rua, e cresce ainda mais nas campanhas salarias, onde o trabalhador já exausto do pesado dia de trabalho, vai à assembleia e não se omite da luta” – acrescentou Neli.

Finalizando as falas, foi a vez do companheiro Ari, do Sindicato dos Marceneiros, que iniciou sua fala comentando que o sindicato dos marceneiros tem 81 anos de história e que já passaram por três intervenções militares, e mesmo assim, continua vivo na luta. O companheiro Ari ainda declarou o apoio do sindicato dos marceneiros à categoria ecetista, pois entende que a luta de classes é mais ampla: “Para a classe operária, as coisas nunca foram fáceis e nunca serão, pois vivemos em um regime capitalista. Por esse motivo, declaro aqui a nossa solidariedade ao SINTECT/SP e a toda a categoria ecetista, pois nunca nos negamos a combater na luta de classes, e nesta grande luta contra o capital, nossa união é fundamental para que possamos atingir nosso objetivo comum, que é a valorização do trabalhador” – finalizou Ari.

coral_posse_sintect_1600_zyon

Após as falas da mesa, a solenidade foi encerrada com uma belíssima apresentação do Coral dos Correios, que tocou e cantou mais três músicas.

Assim se iniciou a festa de encerramento da solenidade, onde todos os trabalhadores e seus familiares puderam se divertir e dançar ao som de muita música.

SINTECT/SP – GESTÃO COM RESPONSABILIDADE SE ALCANÇA + CONQUISTAS
-2015/2019-

Confira abaixo a galeria de fotos completa da solenidade:

Compartilhe agora com seus amigos