Todo apoio aos ecetistas do Rio de Janeiro, vítimas de perseguição política

Notícia publicada dia 03/08/2019

Tamanho da fonte:

A deputada federal Bia Kicis, do PSL- DF, repassou lista à Superintendência do Rio, com os nomes dos trabalhadores que são filiados ao PCdoB, PT, PSOL e PDT e suas respectivas funções exercidas dentro da empresa de Correios. Tal ação é descabida e contraria a Constituição Federal, que garante direito de filiação partidária a todo cidadão civil brasileiro.

A deputada do partido do governo confunde aparelhamento político de estatais por partidos que estão nos governos, e a corrupção gerada por isso, com o direito democrático de qualquer cidadão civil, trabalhe ele em que empresa for, a se filiar a um partido, defender suas ideias e seus direitos.

Confunde? Pouco provável, pois ela é formada em direito. Sabe perfeitamente que só regimes autoritários e ditaduras montam um cerco repressivo e perseguem os trabalhadores, sobretudo sua camada mais consciente, para calar a boca de todos e impor retrocessos e exploração.

A Diretoria do SINTECT-SP expressa solidariedade incondicional aos trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro e ao SINTECT-RJ e exige medidas políticas e legais contra a repugnante sanha repressora da deputada aos órgãos competentes do parlamento, do governo e da justiça, em especial ao Ministério Público Federal.

Clique aqui e veja a nota de repúdio publicada pelo SINTECT-RJ.

Compartilhe agora com seus amigos