Polícia repreende ato dos trabalhadores ecetistas no Aeroporto de Congonhas

Notícia publicada dia 08/08/2016

Tamanho da fonte:

Na madrugada desta segunda-feira (08/08) o Sindicato tentou realizar um ato com distribuição de carta aberta a população, mas na tentativa de distribuir no saguão do Aeroporto, a polícia do Golpista Temer repreendeu e expulsou todos os trabalhadores sob alegação que está proibido qualquer manifestação política durante as olimpíadas.

banner_ato_congonhas_policia_reprime_08_08_2016

Os Correios alegam que não tem dinheiro,  que existe um déficit,  mas os patrocínios continuam a todo vapor.  O governo Temer já disse que não vê dificuldade em privatizar os Correios. Essa atitude demonstra claramente pra quê veio este governo.

O SINTECT-SP juntamente com os trabalhadores não irão retroceder diante desse governo ilegítimo e golpista de tentar abafar qualquer tipo de manifestação.

Vamos continuar realizando atos e mostrando pra população que a privatização trará sérios prejuízos para a sociedade num todo.

Trabalhadores dos Correios unificados contra a Privatização

Fora Guilherme Campos!
Fora Temer!

Não à privatização dos Correios.

Veja abaixo mais fotos do ato contra a privatização no Aeroporto de Congonhas:

Compartilhe agora com seus amigos