Proposta do TST é aprovada nas assembleias em todo o país

Notícia publicada dia 14/08/2018

Tamanho da fonte:

A orientação unificada das Federações foi compreendida e acatada pela categoria como a decisão mais acertada na atual conjuntura – A batalha continua com a judicialização do Convênio Médico e manutenção do estado de greve!

A conjuntura inusitada enfrentada pela categoria e pelos trabalhadores em geral no país levou as federações a emitiram orientação conjunta. Além dos mecanismos da reforma trabalhista, a união da direção da empresa, do governo e do TST retirando direitos e ameaçando os trabalhadores contribuiu para a decisão.

É preciso enfrentar esse ataque, mas o time precisa estar muito forte para conseguir virar a conjuntura a seu favor nesse momento. Por isso as federações concluíram que o cenário mais provável seria prejuízo para o trabalhados, caso uma greve fosse deflagrada agora. E decidiram orientar pela aprovação da proposta do TST.

Incluíram, no entanto, um fato novo, que foi o ingresso na justiça com o Procedimento de Mediação Pré Processual (PMPP), questionando a abusividade no custeio do Plano de Saúde, cujo valor é impraticável para a maioria dos trabalhadores, e exigindo a permanência de pais e mães.

A decisão encaminhada e aprovada pelas assembleias foi:

1 – Moção de repúdio ao Presidente da ECT pela tentativa de interferir na proposta apresentada pelo TST, fruto da organização e mobilização dos Ecetistas em todo país, como se a aprovação da proposta fosse fruto de sua intervenção, o que, nem de longe, chega a ser verdade;

2 – Referendo para que as Federações (FENTECT/FINDECT) ingressem imediatamente com Procedimento de Mediação Pré Processual (PMPP) referente a abusividade no custeio do Plano de Saúde e permanência de Pai e Mãe;

3 – Aprovação da proposta apresentada pelo TST, para a renovação do ACT 2018/2019, nos moldes dos despachos publicados nos dias 07 e 13.08.2018. Ela prevê 3.68% (inflação do período) de reajuste nos salários e em todos os benefícios econômicos, com reflexos também nos 30%, salário base adicional de risco / Periculosidade Motociclistas; 15% aos Sábados; Horas-Extras; Repouso; Adicional Noturno; entre outros. Ainda reedita o ACT 2017/2018. Também prorroga a preexistência nas Cláusulas Sociais.

4 – Manutenção do Estado de Greve em decorrência da campanha jurídica e política que terá início com o ingresso do PMPP, Contra a cobrança de mensalidade no Plano de Saúde!

Confira abaixo a avaliação e votação da Assembleia que aceitou a proposta do TST da manutenção o ACT 2018/2019:

Compartilhe agora com seus amigos