Transferências arbitrárias e perseguição nos cdd’s parelheiros e parque cocaia criam clima de descontentamento

Notícia publicada dia 03/12/2019

Tamanho da fonte:

Como se não bastasse os inúmeros problemas com assaltos, más condições de trabalho e agora a GERAE da região age com total truculência e transfere trabalhadores arbitrariamente, até mesmo os trabalhadores estudantes devidamente matriculados foram perseguidos, a alegação da empresa é a mesma em diversas regiões, que o SD apontou a redução de efetivo por conta do DDA que não funciona e só traz insatisfação nos trabalhadores e na população.

O mais descabível é a forma que tratam os trabalhadores, transferindo contra sua vontade e muitas vezes para outros municípios, bem distante de suas residências, fazendo com que muitos gastem mais de 3 horas para chegar ao trabalho, e dessa forma prejudicando sua vida social e de seus familiares.

Nem mesmo o delegado sindical do CDD Parelheiros foi poupado, tentaram transferi-lo na última semana, algo inaceitável!!

Compartilhe agora com seus amigos